Central de Atendimento 24h: (11) 4063-9653.

Atendimento via WhatsApp: (11) 9.8246-0190.

Central de Atendimento

6 dicas para escrever artigos científicos

1 19 de junho de 2015

Está com dificuldades para elaborar o seu artigo científico? Calma, é normal! A seguir, confira nossas dicas para desenvolver artigos com qualidade acadêmica.


Bons artigos devem conter boas ideias, mas não várias… Dessa forma, é importante que você tenha em mente qual é a sua melhor ideia. Caso você não tenha apenas uma boa ideia, mas várias ideias para artigos, e queira escrever apenas um, é recomendável optar por uma das alternativas a seguir:

I) Hierarquizá-las, para especificar qual será tratada;
II) Planejar a escrita de vários artigos, cada um sobre cada ideia — No entanto, o ideal é que não se escreva todos os artigos simultaneamente, deve-se escolher por ordem de prioridade.
III) Fundir as ideias em uma só, que seja consistente, sem ser genérica em excesso.

Após estabelecer o ponto de partida para o seu artigo é hora de começar a desenvolvê-lo, confira nossas dicas!

Artigo — Dicas para escrever o seu

1. Roteiro

Antes de começar a redigir seus artigos, sempre elabora um roteiro antes: tenha em mente o que você quer demonstrar, confirmar/desmentir, exemplificar, testar, comparar, recomendar etc. O começo, meio e fim do artigo devem estar claros para você antes mesmo de começar a escrevê-los. Lembre-se: Todo pesquisador passa muito tempo escrevendo/revendo o texto de seus artigos — Por isso, o roteiro auxilia a compor a primeira versão, que em seguida, será objeto de várias revisões.

2. Fórmula SVP

Utilize a regra de escrita SVP ("sujeito, verbo e predicado"). Escreva "O conselho discutiu a regra", ao invés de "A regra foi discutida pelo conselho" ou "Foi discutida pelo conselho a regra". Usar uma linguagem mais simples, objetiva e direta encurta as sentenças e diminui a possibilidade de cometer erros de concordância, entre outros.

3. Não especule

Evite generalidades nos seus artigos: Cada afirmação no seu artigo deve ser respaldada em dados e interpretações encontradas em outros artigos, textos acadêmicos ou através de sua própria pesquisa. Não importa quais dados ou quem gerou os dados, é importante que as informações contidas na sua pesquisa tenham respaldo.

4. Trabalhe suas premissas

Seja lógico: Leia suas afirmações e confira se elas realmente possuem respaldo empírico e se decorrem logicamente da sua argumentação. É comum o uso de expressões como, por exemplo, "portanto", "dessa maneira", "assim", "conclui-se", entre outras — Sem que, de fato, haja relação lógica entre as conclusões e as frases que a precedem.

Artigo — Exemplo

5. Utilize citações com boa credibilidade

Busque por fontes e autores mais reconhecidos na sua área, não é porque você tem um professor que escreveu um artigo ou deu uma boa aula sobre determinado assunto que ele é referência mundial no assunto. Também não se limite a ler e citar somente os autores e textos recomendados por seus professores — Aprenda a usar ferramentas que lhe permitam identificar os autores mais importantes em cada área de conhecimento, inclusive aqueles com que você não necessariamente concorda. No entanto, os autores não devem ser utilizados apenas porque são reconhecidos, mas devido à sua pertinência ao artigo.

6. Não deixe de publicar

De que adianta pesquisar tanto e não dividir o resultado de suas pesquisas com a comunidade científica? Compartilhe suas descobertas com outros profissionais, isso pode abrir caminho para novas descobertas em sua área e oportunidades para novas pesquisas e trabalhos relacionados ao seu campo de conhecimento.


Viu como é fácil desenvolver seus artigos científicos? Se precisar de ajuda, solicite nosso apoio acadêmico.

Artigo — Apoio Acadêmico