Central de Atendimento 24h: (11) 4063-9653.

Central de Atendimento

ORTOGRAFIA: As várias maneiras de escrever “por quê”

19 de março de 2015

Na ortografia de quase todos os idiomas existem apenas duas formas de se escrever o "por que", o que ajuda na hora de diferenciar e escrever. Por exemplo, em inglês pergunta-se com why e responde-se com because; em francês pergunta-se com pourquois e responde-se com parce que. Porém, no nosso idioma utiliza-se o "por que" para as duas funções (perguntar e responder). E como diferenciar?

No latim clássico (do qual se originaram outros idiomas), existiam duas palavras: quare para perguntar e quia para responder — Mas, na Língua Portuguesa prevaleceu a expressão pro quid, do latim vulgar; por isso, temos apenas uma expressão para as duas funções.

Entretanto, para diferenciar o "por que" (pergunta) do "porque" (resposta), alguém teve a ideia de escrever um junto e o outro separado. Os registros mais antigos dessa distinção são do século XIII — Mas, em 1500, Pero Vaz de Caminha ainda se atrapalhava com o uso, como é possível observar na "Carta do Descobrimento".

Em 1931, surgiram mais duas regras da ortografia: o "que" recebeu o acento circunflexo quando for tônico (antes de pontuação) e o "porque" (substantivo) virou "porquê". Atualmente, essas regras foram simplificadas radicalmente na linguagem coloquial com um simples "pq".

Ortografia — Como diferenciar?

Na língua falada existe uma forma de perguntar e na língua escrita quatro! Confira os "porquês" e seus usos:

1. Por que (separado e sem acento)

No início da oração, deve ser separado e sem acentuação. Também pode ser utilizado de outras maneiras quando substitui "qual motivo" e "qual razão" — Por exemplo: "Eu não sei por que você saiu".

2. Porque (tudo junto)

Este é o "por que" das respostas. Também pode ser utilizado quando substitui "pois" — Por exemplo: "Saí porque estava atrasado".

3. Por quê (separado e com acento)

Deve ser acentuado quando o "que" é tônico. Geralmente, fica mais evidente quando utilizado antes de sinal de pontuação — Por exemplo: "Você saiu por quê?".

4. Porquê (tudo junto e com acento)

É o substantivo que pode ser substituído por "o motivo", "a razão". Além disso, pode ser utilizado quando for possível colocar "o" ou "um" antes do "porquê" — Por exemplo: "Quero saber o porquê da sua saída".


Viu como é fácil utilizar todos os "porquês"? Se precisar de auxílio, solicite nosso apoio acadêmico.

Apoio Acadêmico