Central de Atendimento 24h: (11) 4063-9653.

Central de Atendimento

PROJETO DE PESQUISA: Operacionalizando uma hipótese

5 13 de julho de 2015

Quando se está desenvolvendo um Projeto de Pesquisa, um dos maiores desadios é operacionalizar as hipóteses — Isto é, tornar as ideias palpáveis, sendo um dos primeiros passos do Projeto de Pesquisa. E como funciona a operacionalização?


Logo após a definição do tema do Projeto de Pesquisa, é necessário criar uma pergunta original e hipóteses relacionadas a ela, mas nada mais são do que possíveis respostas para essa pergunta. Mas, geralmente, tanto a pergunta quanto as hipóteses tratam de conceitos abstratos, relacionados às teorias vigentes no campo de estudo. Sendo assim, para testar uma hipóteses é necessário primeiro pensar em coisas concretas que se espera observar no campo, no laboratório, na literatura, ou no computador, caso a hipótese seja mesmo uma boa resposta para a pergunta feita — É um raciocínio dedutivo, do tipo "se isso for verdade, espero observar aquilo".

Essas expectativas são denominadas previsões. Enquanto uma hipótese envolve conceitos teóricos, uma previsão trata de conceitos concretos, mensuráveis.

Assim, a operacionalização do Projeto de Pesquisa é o processo de derivar previsões a partir de hipóteses; ou seja, representar uma variável teórica através de uma variável operacional. Operacionalizar é fundamental para realizar uma pesquisa. Exemplos práticos podem tornar mais fácil entender esse processo.

Por exemplo, se você quiser estudar o estresse em animais, o estresse é um fenômeno — uma variável teórica —, definida através de conceitos abstratos, como bem estar etc. Dessa forma, não é possível pegar um animal e simplesmente medir seu estresse diretamente. Para o Projeto de Pesquisa, deve-se escolher uma variável operacional que represente bem o conceito de estresse. Assim, é possível medir concretamente no animal estudado e fazer inferências sobre o seu nível de estresse — Medir o nível de um hormônio associado ao estresse, como o cortisol, por exemplo.

Além disso, uma má escolha da variável operacional pode ser desastrosa. Mesmo focando em apenas um determinado assunto, a escolha da variável depende da forma com que foi formulada a pergunta do Projeto de Pesquisa.

O conceito de operacionalização também é fundamental, por exemplo, quando queremos aplicar ao nosso trabalho alguma abordagem que está na moda. Uma análise, por mais sofisticada que seja, não faz sentido sem um contexto claro e interessante.

Uma operacionalização mal feita pode arruinar uma pesquisa promissora por gerar medidas que não representam direito o fenômeno de interesse. Em outros casos, um Projeto de Pesquisa pode ser muito interessante, mas tornar-se inviável por ser impossível operacionalizar os conceitos de interesse. Dessa forma, é recomendável sintonizar bem as variáveis teóricas e operacionais que serão utilizadas no estudo, pois é crucial para o seu sucesso.


Viu como é fácil fazer o seu Projeto de Pesquisa? Se precisar de ajuda, solicite nosso apoio acadêmico.

Projeto de Pesquisa — Apoio Acadêmico

* Fonte: Sobrevivendo na Ciência