Central de Atendimento 24h: (11) 4063-9653.

Central de Atendimento

PROJETO DE PESQUISA: O que é a justificativa?

29 de julho de 2015

Chegou a hora de fazer o seu Projeto de Pesquisa e você não sabe por onde começar? É normal! No Projeto de Pesquisa é importante ter uma boa seção de justificativa. A seguir, confira nossas dicas!


Durante o desenvolvimento do Projeto de Pesquisa, muitos estudantes ficam confusos ao redigir a "justificativa". E o que é a justificativa do projeto? Por que é necessário colocá-la numa seção à parte? Tem problema ficar redundante com a introdução? No que difere dos resultados esperados? Como deve ser escrita? — Estas são algumas das perguntas mais frequentes quando se fala na "justificativa" do Projeto de Pesquisa.

Projeto de Pesquisa — Justificativa

No geral, muitos consideram a justificativa do Projeto de Pesquisa comoapenas burocracia das instituições de ensino, outros acabam ficando com dúvidas e alguns poucos sabem realmente o que é para fazer. A seguir, veja como fazer a justificativa:

1. O sentido da coisa

Comece lendo outro post sobre como elaborar projetos de pesquisa. Depois, leia mais um sobre o que se espera de projetos em diferentes níveis.

Leu? Agora, vamos continuar: A justificativa costuma ser um texto curto (cerca de 100 a 200 palavras), geralmente de um único parágrafo, que serve para apresentar um argumento muito convincente para sua instituição de ensino.

Você deve argumentar de forma lógica, clara e direta. O que destaca o seu projeto na multidão? — Seja criativo e convincente; essa seção do Projeto de Pesquisa é muito importante e deve ser escrita com cuidado.

2. Os detalhes variam

Alguns detalhes do Projeto de Pesquisa podem variar de instituição para instituição — Começando pelo próprio tamanho da justificativa (as tais 100 palavras), que podem variar. Dessa maneira, é preciso prestar atenção às normas de cada instituição.

3. Evite redundâncias

A justificativa acaba tendo certa sobreposição com a introdução e os resultados esperados. Na introdução, você deve contextualizar a sua ideia, explicar a abordagem escolhida, dizer porque escolheu aquele recorte específico dentro do universo de interesse e, por fim, apresentar as suas perguntas e expectativas.

Essa parte do recorte, o foco, é que acaba sendo mencionada também na justificativa. Nos resultados esperados, você deve dizer aonde espera chegar concretamente com o seu projeto, em termos de em que hipótese aposta, que avanços acadêmicos e práticos o projeto pode trazer, quais problemas ele vai resolver, entre outras questões.

Parte dessas informações deve também precisam entrar na justificativa de alguma forma — Mas, tente reduzir a redundância, na medida do possível.

4. A grande diferença

Se a justificativa acaba tendo algumas informações sobrepostas com outras seções, o que a diferencia delas? Simples: é nela que você deve amarrar as pontas.

Na justificativa, com base no foco e nos resultados esperados do projeto, você deve dizer de forma muito convincente porque o seu projeto é viável.

5. Test Drive

Já que a ciência é uma cultura humana, pedir a opinião dos outros é sempre importante, desde a concepção à publicação de um Projeto de Pesquisa. Assim, teste também a sua justificativa.

Após escrevê-la, passe-a para um colega ler, sem incluir o resto do projeto — A justificativa precisa ser convincente por si só, sem a ajuda de um texto completo.

Pergunte ao seu colega se, só com base na justificativa, ele ficaria interessado em ler o restante do seu projeto. Caso, antes de você perguntar, ele já disser que a sua justificativa está ótima, considere como um bom sinal.

6. Dica Final

Tente pensar fora da caixinha. Se você conseguir escrever justificativas convincentes, pode até mesmo pedir financiamento através de crowdfunding. Já existe essa possibilidade para projetos de pesquisa!


Viu como é fácil fazer o seu Projeto de Pesquisa? Se precisar de ajuda, solicite nosso apoio acadêmico.

Projeto de Pesquisa — Apoio Acadêmico