Central de Atendimento 24h: (11) 4063-9653.

Atendimento via WhatsApp: (11) 9.8246-0190.

Central de Atendimento

Projeto de Pesquisa em diferentes níveis acadêmicos

1 24 de julho de 2015

Chegou a hora de escrever o seu Projeto de Pesquisa e você está com dúvidas? Mas, o que se espera do Projeto de Pesquisa em diferentes níveis acadêmicos? A seguir, confira nossas dicas!


Na hora de desenvolver um Projeto de Pesquisa tem um assunto que pode gerar muita angústia em estudantes/pesuisadores: O que se espera de um Projeto de Pesquisa, dependendo da fase da carreira em que você está?

Resumidamente, espera-se de um estudante/pesquisador de qualquer nível, que antes de começar um novo projeto, ele saiba aonde quer chegar e qual é a relevância do conhecimento buscado. É preciso ter claro também em quais grandes teorias o projeto se encaixa e como exatamente as ideias serão operacionalizadas e os dados serão analisados.

Além disso, é preciso ter como objetivo gerar conhecimento novo ou testar o conhecimento estabelecido, não importando se o projeto é puramente acadêmico ou aplicado — Todo Projeto de Pesquisa deve almejar a originalidade. A seguir, confira as sutis diferenças quanto ao que se espera de projetos desenvolvidos por estudantes/pesquisadores em diferentes níveis.

Projeto de Pesquisa — Diferenças

1. Projeto de Iniciação

Ao contrário do que muitos pensam, os projetos de iniciação científica devem ser originais. Além disso, esses Projetos de Pesquisa devem contar com muito capricho e esforço intelectual, pois é o primeiro contato da maioria dos estudantes com a pesquisa acadêmica.

Ao fim da pesquisa, espera-se que um bom Projeto de Pesquisa resulte em um artigo completo ou numa nota científica publicada em uma revista.

2. Projeto de Mestrado

A grande diferença da iniciação científica para o mestrado é o fato de o aluno de mestrado já ser um profissional formado. Contudo, apesar de já poder legalmente exercer uma profissão, o mestrado, para o mundo acadêmico, ainda não é um cientista com formação e experiência suficientes para ser considerado independente.

Logo, espera-se que se faça um projeto mais aprofundado do que na iniciação, porém ainda deve contar com o auxílio de um orientador. Assim como o graduando, o mestrando pode também receber uma ideia de projeto já pronta. Contudo, essa ideia deve ser uma sugestão de problema, que o mestrando deve desenvolver até virar um Projeto de Pesquisa bem elaborado — Ao final, espera-se que o projeto resulte em um artigo, ou pelo menos uma boa publicação.

3. Projeto de Doutorado

Supondo que o aluno neste nível já desenvolveu ao menos um Projeto de Pesquisa de iniciação e outro de mestrado, além de outros projetos paralelos, a ideia para o projeto de doutorado deve partir dele mesmo. Essa visão pode variar de orientador para orientador, mas geralmente os projetos são definidos pelos doutorandos.

O doutorado dura quatro anos, e ao final o doutorando deve apresentar uma boa formação e boas publicações, além de receber boas condições de trabalho ele deve estar comprometido com o tema de sua pesquisa. Essa motivação torna muito mais fácil atingir os objetivos propostos — Outro ponto importante é que o projeto de doutorado pode ser modular, isto é, ele não precisa ser focado em apenas uma hipótese do trabalho. O Projeto de Pesquisa pode conter mais de uma hipótese e linhas de investigação, desde que apontem para uma ideia central.

Ao final, espera-se que um bom projeto de doutorado resulte ao menos em um artigo excelente publicado em um ótima revista científica da área.

Confira a "Parte 2" deste post, aqui.


Viu como é fácil desenvolver um Projeto de Pesquisa? Se precisar de ajuda, solicite nosso apoio acadêmico.

Projeto de Pesquisa — Apoio Acadêmico

* Adaptado de Sobrevivendo na Ciência