Central de Atendimento 24h: (11) 4063-9653.

Central de Atendimento

WORD: Como usar caracteres não-imprimíveis?

29 de junho de 2015

Chegou a hora de redigir um artigo ou uma tese e você está com dificuldades para usar o Word? Calma, é normal! Já ouviu falar que o Word possui caracteres não-imprimíveis que são muito úteis para os trabalhos acadêmicos? Não?! A seguir, confira nossas dicas.


Os caracteres não-imprimíveis são muito úteis para a formatação de trabalhos, pois diminuem as hifenizações e espaçamentos exagerados entre as palavras. Veja como corrigir a formatação de seus trabalhos acadêmicos:

Word — Caracteres não-imprimíveis

Word — Caracteres não-imprimíveis

Olhando a frase acima parece que não há nada demais. A única coisa diferente são os pontos entre as palavras, os caracteres não-imprimíveis. Esta ferramenta permite que sejam acrescentados hífens invisíveis, por exemplo — E se você não conhece esse comando do Word, confira a seguir nossas dicas.

1. O que são caracteres não-imprimíveis?

Esses caracteres são denominados desta maneira por um motivo óbvio: não aparecem nos arquivos impressos do Word. Isso acontece porque eles têm apenas a função de demarcar configurações de formatação como a quebra de parágrafo, células em uma tabela, quebra de seção, quebra de página, entre outros.

No entanto, é interessante ter intimidade com esses pontos antes de começar a trabalhar com sistemas WYMIWYG (What you mean is what you get), como o LaTeX, por exemplo — Quer saber o que é LaTeX, clique aqui. Entender como funcionam os caracteres não imprimíveis é quase obrigatório para quem deseja utilizar softwares de formatação, além do Word.

2. Como "ver" os caracteres não-imprimíveis no Word?

Para ver os caracteres não-imprimíveis é simples: Aperte CTRL+SHIFT+8 (não utilize o teclado numérico) ou Aba Início e clique no botão com esse símbolo: ¶. Será possível enxergar vários caracteres diferentes, além dos que você digitou. Conforme o exemplo no início deste post.

A seguir, confira alguns exemplos básicos de destaque gráfico:

Word — Caracteres não-imprimíveis

Cada quebra de parágrafo é assinalada com um símbolo, exatamente o mesmo do botão que você clicou (¶). Note também que o marcador de parágrafo seguinte não está em itálico, mas quando você digita após o ponto final (1b), o texto aparecerá em itálico. Agora, se você fizer o mesmo na primeira frase (1a), o texto aparecerá normal e não em itálico, porque o espaço em branco e o marcador de parágrafo não estão formatados em itálico.

Word — Caracteres não-imprimíveis

As frases do segundo exemplo se comportam da mesma maneira. Note que o caractere não-imprimível também aparece em negrito ou itálico — Pode ser uma diferença sutil, mas se comparar o marcador de parágrafo (¶) das frases (2a) e (2b) é possível observar que os traços estão mais grossos no segundo.

3. Nem tudo é o que parece

Outra vantagem de usar os caracteres não-imprimíveis é ver quais comandos foram utilizados para determinado resultado visual. Sem visualizar os caracteres não-imprimíveis os exemplos abaixo são idênticos:

Word — Caracteres não-imprimíveis

Quando você deixa os caracteres não-imprimíveis visíveis, é possível perceber as diferenças — E elas não são pequenas, conforme a imagem abaixo:

Word — Caracteres não-imprimíveis

Na primeira frase (3a), os itens são separados pela repetição de espaços em branco — eles aparecem como bolinhas entre as palavras, e utilizar espaços não é a melhor solução para formatar textos no Word.

Na segunda frase (3b), os itens são separados por um toque da tecla <TAB> — ele é marcado com uma setinha; também não é a solução ideal, mas fica bem melhor que utilizar a barra de espaço.

Na terceira frase (3c), os itens são separados por uma tabela com bordas invisíveis — os limites das células da tabela são marcados com um círculo tangenciado por setas horizontais; essa formatação pode dar mais trabalho, mas a organização visual é menos rebelde.

Faça um teste: Posicione o cursor do mouse após os dois pontos e aperte a tecla <DELETE>. O comportamento da formatação será diferente em cada frase:

• Em (3a), ele apagará apenas um espaço em branco e moverá toda a frase um pouco para a esquerda.
• Em (3b), ele apagará uma tabulação, o que fará a frase andar um passo gigante para a esquerda.
• Em (3c), ele não apagará nada, pois não há nenhum elemento entre os dois pontos e o marcador de célula da tabela.

Agora, é possível enxergar com clareza coisas que pareciam acontecer aleatoriamente e por "desobediência" do Word — Faça mais testes e experimente inúmeras possibilidades. Ganhe intimidade com esta funcionalidade do Word, pois assim conseguirá dominar outras ferramentas como, por exemplo, o LaTeX.


Viu como é fácil formatar seus trabalhos? Se precisar de ajuda, solicite nosso apoio acadêmico.

Apoio Acadêmico

* Fonte: Posgraduando